Sandes de Choco
Um espaço dedicado ao choco em geral e à sandes de choco frito em particular. E aos seus derivados e sucedâneos. E à mini. E não só.

quarta-feira, maio 10, 2006

O segredo

Lembrei-me disto a propósito do "fa (sem til, mas fa 'a mesma!)" do meu blog.

Por qualquer razão que nunca cheguei a compreender completamente, nunca quis assumir a autoria deste blog com a minha personal real (não sei se esta expressão existe, mas é fixe, não é?).

Isto foi o principal entrave à divulgação do blog, e só assim se explica que o "sandes de choco" ainda não tenha explodido, tornando-se num fenómeno de massas. Um objecto mainstream. E transformado em sitcom na tv ou uma longa metragem no cinema (com o Tom Hanks no papel de Choco e a Amélie no papel de Mini - não confundir com a Minnie da Disney).

Este nem sequer é um segredo muito bem guardado. A maioria dos meus amigos conhecem o blog e foi através deles que foi sendo divulgado. E como este nosso país é mesmo muito pequeno até tive alguns familiares que me vieram falar no blog, sem eu fazer a mínima ideia que mais gente, para além dos meus amigos sabia que eu tinha um blog.
Ainda assim prefiro que a maioria dos meus colegas não conheçam o blog. Só alguns o conhecem, e muito poucos o lêem com frequência.

Às vezes penso nos leitores anónimos do blog. Aqueles que, por não comentarem e eu não os conhecer pessoalmente, lêem o blog sem eu saber (e não estou a falar dos 90% que cá vêm parar através de pesquisas por "gajas nuas").
Talvez seja um daqueles segredos que toda gente conhece, mas de que ninguém fala aos outros por pensar que mais ninguém pode ser. Ou talvez niguém fale dele simplesmente por ser uma coisa sem o mínimo interesse.

O que é certo é que não gosto que as pessoas conheçam a verdadeira identidade do autor "Fixemobil". É assim uma coisa tipo identidade secreta de super herói (embora, na realidade - e isto pode surpreender muita gente - eu não tenha super poderes, nem mude de roupa numa cabine telefónica, nem tenha uns óculos ou um caracol na testa que me tornariam completamente irreconhecível).

Esta é uma forma de manter uma aura mágica de mistério, como um nevoeiro místico, em torno do autor.
E é também uma forma de poder insultar toda a gente de forma vil, injusta e gratuita, atrás de uma máscara cobarde de anonimato.
(Mas a primeira justificação era mais romântica, não era?)

2 leitores trincaram a sandes:

  • A proposito do caracol na testa do Superhomem, lembrei-me da Lisa Stansfield, que desde que cortou o carcol na testa, nunca mais teve sucesso. Uma versao moderna do Sansao!

    Os leitores anonimos somos todos, e, qual big brother, we're watching you! Confesso um quase preocupante vicio em saltar de blog em blog, de flog em flog, e confesso que 95% nao têm interesse nenhum, mas desses 95% há uma grande percentagem de elementos arrepiantes irresistiveis, tipo erros gramaticais atrozes, fotografias inenarraveis ou paragrafos e paragrafos sobre coisa nenhuma, o que vulgarmente chamamos "diarreia verbal", ou "verborreia", para ser mais fino.

    Os 5% que valem a pena (na minha nada humilde opiniao) sao os que me fazem dizer "como é que eu nao me lembrei de escrever isto antes?". Ou seja, um super-altruista sentimento de inveja! Que, nao me lembro quem disse, é a forma mais autentica de admiraçao. Ou era a cópia?

    Saudaçoes emigrantes (relembremos esse inesquecivel hino "Emigrante" dos Ena Pá 2000).

    Por Blogger Rick Hard, às 11/5/06 14:59  

  • Agora compreendo a razão de seres fa deste blog! Está nos 95%! Vou tentar continuar a manter os níveis de qualidade. Mantendo os parâmetros de exigência rigorosos que têm pautado este estabelecimento acho que vou conseguir!

    Por Blogger Fixemobil, às 11/5/06 15:58  

Enviar um comentário

<< Voltar à Sandes

  eXTReMe Tracker